" É ASSIM QUE DEUS FAZ CONOSCO! "


Ele te cobrirá com as suas penas,
e debaixo das suas asas estarás seguro:
a sua verdade é escudo e broquel. Sl 91:04

Gesto amigo.

Nesta vida inteira vi muitas definições de "amigo"
nenhuma tão verdadeira quanto esta,
que tenho agora comigo.
 
Não foi uma definição escrita, lida, ou mesmo falada.
Foi sua atitude bonita, sem ter pedido nada.

Não poupou as palavras, ditas com sinceridade.
Foi leal, foi fiel, sem nenhuma maldade.
Abusou da franqueza dizendo o que achou que devia,
mas mantendo a fineza, que uma dama merecia.

Mostrou-me o caminho que eu não deveria tomar,
pois, como um pássaro cego, eu tentava voar.

Na profundidade desse seu gesto, pude compreender:
Você sabia muito mais de mim,
do que eu deveria saber.

E nesse seu ombro amigo eu pude, inteira, me apoiar.
Eu que só queria sua mão para segurar.

Para "amigo" não busco mais nenhuma definição,
porque carrego esse seu gesto bem
guardado no coração.
 

Onde é o seu lugar?


A peça só funciona se estiver no lugar correto.

Cada um sabe onde o sapato aperta.

Ao ler esta mensagem no blog: milagremulher.blogspot.com, gostei e parabenizo a autora do mesmos pelas lindas mensagens.


Esses dias, por algum motivo, meu sapato incomodou-me bastante, apertando um dedinho em especial. A cada passo que eu dava, parece que a pele ia junto e como doía!
Como não era a primeira vez que usava aquele sapato, estranhei mas, nada pude fazer. Não, alí no meio da rua.
Encontrei uma senhora e enquanto esperávamos o sinal abrir, comentei com ela que o sapato estava apertando. Sentí-me bem em dividir aquela dor, mas, isso não a fez cessar.
Sentí-me como o salmista, que motivado por um sentimento qualquer, escreveu: "Se eu falar, a minha dor não cessa, e, calando-me eu, qual é o meu alívio"? ( Jó 16:6)
Tinha um longo caminho até chegar e o sol estava bem quente. Uma coisa eu sabia, não podia parar naquele momento.Estava no meio da rua e não era decente sair andando descalça por aí. Quase coxeando continuei. Senti o que o salmista sentiu um dia, externando o seu sentimento: "Porque estou prestes a coxear; a minha dor está constantemente perante mim". (Salmos 38:17)
Finalmente chequei. Arranquei aquele sapato dos pés e calcei uma sandalinha bem confortável.
Seria bom se na vida pudéssemos sempre andar de vestidinho leve e sandalinhas confortáveis, mas, há momentos em que precisamos realmente de um elegante sapato nos pés. Exixtem sapatos lindos e confortáveis. Mas há outros que apertam e nem sempre podemos retirá-los de imediato.
Quando o meu sapato "apertou", apertou pra valer e eu estava fazendo um trajeto, trilhando um caminho. Não podia livrar-me dele. A solução foi seguir e suportar a dor até chegar ao meu destino e poder trocar aquele sapato por uma sandalinha confortável. Existem circunstâncias e pessoas em nossa vida como um sapato bem apertado. Elas tornam a nossa vida mais difícil.
Só você sabe onde o seu sapato aperta, não é? E ainda é obrigado a manter a elegância e um sorriso nos lábios, não é verdade? Você está no caminho e no caminho, não se pode jogar o sapato fora, pois se fizer isso, pode machucar o pé em algma pedra ou espinho.
Continue andando, não perca a classe, mesmo prestes a coxear, pois só assim, você chegará em casa e poderá livrar-se desse sapato que lhe machuca.
Há situações na vida semehantes a um sapato que aperta os nossos pés. E somente cada um de nós sabemos onde aperta!
Sigamos em frente e anelemos de todo coração, livrar-nos desse "incomodo". Deus nos dá graça para fazermos isso.


Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.(Filipenses 1:23

Mentir pode não ser somente uma mania

Inventar histórias com argumentos irreais é considerado doença

Por Tany Souza
tany.souza@arcauniversal.com




A mentira é considerada ação que não provém de Deus, segundo a Bíblia. Mas, além disso, é um mau que pode se desenvolver para uma doença chamada Mitomania, que é a mania de mentir.
Segundo a psicóloga Heleni Gimenes, há uma diferença entre a mentirinha que, mesmo não sendo boa, é contada diariamente, e a doença de mentir. “O mitômano cria histórias muito bem elaboradas como uma forma de defesa para suprir necessidades psíquicas em sua vida, como a baixa autoestima ou algumas desordens emocionais”, explica ela, que completa: “Não podemos confundi-lo com o mentiroso que apresenta características psicopatas, que tem sempre o objetivo de ganhos pessoais (dinheiro, poder, cargos etc).”
Não existem limites de idade para o início da mitomania, o que há são pessoas que buscam a resolução de problemas emocionais e, para isso, usam de sua imaginação para criar uma realidade que não é sua. “Fatores familiares podem contribuir para o desenvolvimento do mitômano. Muitas vezes, o núcleo familiar é muito desestruturado e a criança é vitima de violência física ou psíquica e, para se defender da angústia que estes fatores causam, cria histórias onde tudo é diferente”, esclarece Heleni.
Porém, é preciso ter cautela, porque não são todas as crianças que mentem que são ou serão pessoas mitômanas. A psicóloga explica:“A criança, até os 6 anos de idade, vive num mundo onde não existem limites rígidos entre realidade e fantasia. Aos poucos, o real é absorvido e ela consegue identificar as diferenças, mas quando isso não acontece, é importante que a família compreenda a situação e entenda as causas.”
A identificação do mitômano se dá principalmente pela convivência, já que as histórias sempre têm um pequeno dado de realidade, o que permite que ele seja descoberto, formando nele uma nova angústia e, com isso, outra história. “Com o tempo, as pessoas se afastam do mitômano, causando mais angústia nele, pois suas mentiras são com o intuito de reafirmar sua autoestima”, diz a psicóloga.
Para ela, o perigo desta mentira desenfreada não é para as pessoas ao redor, mas sim para a própria pessoa. “Ela acredita que, para ser aceita, precisa de realidades diferentes, e quando não atinge esse objetivo, com o afastamento das pessoas, ela se sente mais desvalorizada.”
Para que sua mentira não seja revelada, o mitômano acaba por agregar mais pessoas na situação e elabora com mais detalhes a história, sempre colocando a mentira como centro. “Quando percebe que sua mentira deu certo e que diminuiu a sensação de angústia, ele sente um prazer imediato e fica compelido a recomeçar com novas histórias”, descreve a especialista.
“Esta mania de mentir pode trazer consequências na vida de outras pessoas, mesmo assim, a atitude correta é mostrar que não é preciso inventar histórias, mas jamais se deve humilhar, hostilizar ou fazer discursos moralistas que causarão ainda mais culpa e angústia no mitônomo”, diz Heleni.
A mitomania é considerada um vício e, como os demais, é difícil fazer com que a pessoa entenda que está doente e precisa de ajuda profissional. No caso do mitômano, ele prefere viver aprisionado pelas mentiras do que enfrentar seus problemas emocionais.
Mesmo assim, segundo Heleni Gimenes, a mitomania tem cura com tratamento psicológico, que levará a pessoa a entender os motivos de sua mentira e a focar esta energia da irrealidade em algo positivo de sua personalidade. “A cura total acontece quando a pessoa acolhe, entende e modifica a criança machucada e desvalorizada que vive dentro dela. O mitômano constrói, então, uma nova visão de si com ferramentas emocionais reais que não possuía na infância”, finaliza a psicóloga.

Exemplo de Amizade e Companheirismo.


Apóstolo Tiago: ele nunca andava sozinho


Era considerado exemplo de amizade e companheirismo
Por Tany Souza
tany.souza@arcauniversal.com


Sempre quando se lê sobre João, lá está o seu irmão Tiago, ao seu lado. Tanto que eles conheceram a Jesus e decidiram segui-Lo quando estavam juntos, trabalhando no barco do pai deles (Marcos 1:19).
Os dois participaram de momentos especiais com Jesus, como a Transfiguração (Marcos 9:2-13), onde também estava Pedro. Foram apenas estes três apóstolos que Jesus chamou para serem testemunhas de Seu poder. Isso constata o quanto eles estavam abertos para Ele.
Tiago nos faz pensar se somos igualmente amigos e companheiros de nossos irmãos de sangue, e por que não também de nossos “irmãos da vida”? Em tudo ele e João estavam juntos, compartilhando e vivendo ao lado de Jesus. Tiago não perdeu a oportunidade de estar em união e vivendo o amor diariamente.
Ele desejou seguir Jesus e assim o fez. Conforme estudos, após a crucificação de Jesus,  o apóstolo Tiago saiu para pregar o cristianismo na região da Galícia (ou Galiza). As tradições afirmam que ele foi o primeiro missionário cristão a atuar na Espanha.
Ao voltar, assim como outros que também pregavam o amor de Cristo, foi perseguido, preso e decapitado por ordem do rei Herodes (Atos 12:1-2). Mesmo assim, a Palavra de Deus cresceu e se multiplicou até os dias de hoje (Atos 12:24).
Tiago foi enterrado em um cemitério romano. Com as invasões bárbaras, a queda do Império Romano e, posteriormente, as invasões muçulmanas, o túmulo acabou sendo "esquecido", ou perdido.
Reflexão
Até onde chega a nossa fé? Ela é colocada em prática a despeito de qualquer situação ou dificuldade? Hoje vivemos em um país livre, que permite a expressão religiosa das pessoas, sem que perseguições tão maldosas como esta aconteçam. Mas você seria capaz de ir até as últimas consequências pelo fato de ter fé?
Se sua resposta for não, não se preocupe, porque na Palavra também encontramos o exemplo de um apóstolo que negou Jesus três vezes (Mateus 26:34 e 26:69).
Mas se você desejar qualificar a sua fé, é só viver segundo os preceitos de Jesus, assim como Tiago fez, sem medo e sem negar o Seu amor. Talvez isso seja um dom, que deve ser incessantemente buscado.

ORAÇÃO DA MULHER...

Nós somos terriveis, né??? Veja se não tenho razão!!! 




Querido Deus,

Até agora o meu dia foi bom:

- Não fiz fofoca;

- Não perdi a paciência;

- Não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata e nem irônica;

- Controlei minha TPM;

- Não reclamei;

- Não praguejei;

- Não gritei;

- Não tive ataques de ciúmes;

- Não comi chocolate;

- Também não fiz débitos em meu cartão de crédito, nem dei cheques pré-datados; 

Mas peço a sua proteção, Senhor, pois estou para levantar da cama a qualquer momento!

AMÉM!!!

A Pedra!



Não existe “pedra” no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.
Independentemente do tamanho das pedras no decorrer de sua vida, não existirá uma que você não possa aproveitá-la para seu crescimento espiritual. Quanto a sua pedra atual, tenho certeza que Deus irá lhe dar sabedoria para mais tarde você olhar para ela e ter orgulho da maravilhosa experiência que causou em sua vida, no seu crescimento espiritual.
Bp.Edir Macedo. 
      

O que você guarda em seu coração reflete a pessoa que você é!

 

1 – Não se gabe ou conte vantagens sobre planos futuros, ou coisas que poderão acontecer com você, porque você não sabe o que pode vir a ocorrer (Provérbios 27:1);
2 – Evite elogiar a si mesmo; em outras palavras, procure não ser uma pessoa que conta vantagens de si próprio, mas deixe que os outros vejam em você alguém a quem possam honrar (Provérbios 27:2);
3 – Não fique desanimado quando for repreendido, porque a sinceridade do conselho é melhor do que ser amado, mas não ser corrigido (Provérbios 27:5);
4 – Se você se sentir ferido pelas palavras de alguém que tentava lhe corrigir, não se magoe, porque essa pessoa o ama e só queria o seu bem; no entanto, tome cuidado com os carinhos de quem só quer o seu mal, porque são falsos (Provérbios 27:6);
5 – Valorize as verdadeiras amizades. O bom amigo é aquele que recebe bem os bons conselhos; por isso, não o abandone, porque mais vale um amigo por perto do que um irmão longe (Provérbios 27:9-10);
6 – Seja prudente, desviando-se do mal. Não queira enfrentar o perigo da queda, pois você sofrerá (Provérbios 27:12);
7 – Evite ser fiador de alguém (Provérbios 27:13);
8 – Pense em uma goteira chata e insistente. Imagine um pingo após o outro caindo ao chão, fazendo aquele barulhinho chato e molhando tudo o que está por perto: assim é a mulher que vive reclamando e procurando sempre brigar. E o pior é que não há como fazer essa pessoa parar (Provérbios 27:15-16);
9 – Trate bem todas as pessoas, sem exceção. Se o seu patrão, por exemplo, for bem tratado, você receberá honras dele (Provérbios 27: 18);
10 – Tenha cuidado com o que você guarda no coração, porque ele reflete o que você é (Provérbios 27:19);
11 – Cuidado com os muitos elogios, porque a pessoa é provada pelos louvores que recebe (Provérbios 27: 21);
12 – Não vale a pena você se estressar com uma pessoa insensata, que não consegue entender o que você diz, pois mesmo que você bata muito nela, ainda assim, ela não vai deixar de ser estúpida (Provérbios 27:22).
Baseado no capítulo 27 do livro de Provérbios
Por Jaqueline Corrêa
publicado em 18/08/2011 às 04h50.
jaqueline.correa@arcauniversal.com

 

Pai Quanto Custa a sua hora de trabalho?

 

Certa vez, um pai chegou em casa superestressado e ligou a televisão para assistir ao telejornal. O filho se aproximou sorridente:
- Pai, vamos brincar?
O pai respondeu irritado:
- Meu filho, você não está vendo que estou muito ocupado? Vá brincar com seus irmãos que depois a gente conversa.
O menino saiu, chateado, mas logo em seguida voltou de novo e perguntou:
- Pai, quanto você ganha por hora de trabalho?
E o pai, irritado, disse:
- Você não está vendo que estou ocupado? Vá falar com sua mãe, já lhe disse que estou ocupado, saia daqui.
Alguns minutos depois o garoto tentou chamar a atenção do pai novamente:
- Pai, quanto é que você ganha por hora de trabalho?
O pai não aguentou e explodiu:
- Você é muito mal-educado! Você não percebe que estou ocupado! Vá já para seu quarto.
O garoto argumentou:
- Mas, pai, eu ainda nem jantei!
- Não quero nem saber! Vá para seu quarto agora e não saia de lá.
Assustado, o garoto foi para o quarto com fome, sem entender o que estava ocorrendo.
Terminado o telejornal, o pai se deu conta da bobagem que fizera. Caiu na real e foi chamar o garoto para jantar. Quando abriu a porta, viu que o filho dormia. A consciência pesou. Acordou o menino, que levantou sobressaltado:
- Não, pai, não me bata, desculpe ter atrapalhado seu programa, prometo que isso nunca mais vai acontecer, por favor, não me bata!
Naquele instante, o coração do pai se apertou, e ele disse:
- Não, filho, desculpe o papai, vamos jantar. Depois a gente vai brincar e eu quero que você me conte como foi seu dia.
O menino, percebendo a mudança de tom, aproveitou para perguntar de novo:
- Pai, quanto é que você ganha por hora de trabalho?
O homem parou, pensou e respondeu:
- Ganho mais ou menos 5 reais.
E o menino pediu:
- Pai, dá para você me emprestar 2 reais?
O pai, sentindo-se culpado, pegou duas notas de 1 real e deu ao menino, que então tirou do bolso do calção 3 reais, juntou-as e disse:
- Pai, aqui tem 5 reais. Você me vende uma hora de seu trabalho para a gente brincar?


A história acima é contada no primeiro capítulo do livro Pais e Filhos, Companheiros de Viagem, de Roberto Shinyashiki, chamado Dê prioridade a seus filhos!. Depois de contar o episódio, o autor diz:
“Eu entendo que você viva sob pressão no trabalho, mas essa realidade não pode servir como justificativa para não curtir seus filhos ao chegar em casa. Certamente as mães de hoje não têm mais a mesma disponibilidade de ficar o dia inteiro com os filhos como no passado. Hoje muitas mulheres trabalham fora e exercem uma série de atividades. Pais e mães, ao chegar em casa, precisam encontrar energia para curtir os filhos. Isso tem de ficar muito claro: filho não é obrigação! Aproveitar esses momentos de encontro é uma forma de recarregar as baterias e cumprir um papel que cabe exclusivamente aos pais.
Muitas pessoas admitem que se sentem culpadas por não ter tempo de curtir os filhos porque precisam trabalhar muito. O mais triste dessa história, porém, não é quando você está longe de casa. Duro mesmo é voltar, dar um beijo formal na turma, abrir a geladeira, pegar uma cerveja, abrir o jornal e ligar a televisão. Então, sim, as coisas ficam péssimas. Nesse momento, você mostra para a sua filha que ela vale menos que uma lata de cerveja, você mostra a seu filho que ele é menos importante que um jornal. Triste é destruir a autoestima deles.
Quando estiver trabalhando, dê 110% de sua energia. Mas, quando estiver em casa, curta as pessoas que você ama."
Porque: Se morrermos amanhã, a empresa para a qual estamos trabalhando, poderá facilmente substituir-nos em uma questão de horas. Mas a família e amigos que deixamos para trás irão sentir essa perda para o resto de suas vidas.

Respeito ao Idoso

Que ao ler este artigo, possamos refletir sobre o nosso futuro!
"porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Gl 06:07
 
Quando você era bem pequeno... 

...eles gastavam horas lhe ensinando a usar talheres nas refeições... 


... ensinando você a se vestir, amarrar os cadarços dos sapatos, fechar os botões da camisa.. 

Limpando-o quando você sujava suas fraldas lhe ensinando a lavar o rosto a se banhar a pentear seus cabelos...

...lhe ensinando valores humanos...



Por isso...


   
...quando eles ficarem velhos um dia...e seria bom que todos pudessem chegar até aí (não preciso explicar...não é?)


...quando eles começarem a ficar mais esquecidos e demorarem a responder...


...não se chateie com eles...


...quando eles começarem a esquecer de fechar botões da camisa, de amarrar cadarços de sapato...


...quando eles começarem a se sujar nas refeições...


...quando as mãos deles começarem a tremer enquanto penteiam cabelo...


...por favor, não os apresse... porque você está crescendo aos poucos, e eles envelhecendo...

  
...basta sua presença... sua paciência... sua generosidade... sua retribuição...


 
...para que os corações deles fiquem aquecidos...


...se um dia eles não conseguirem se equilibrar ou caminhar direito...


...segure firme as mãos deles e os acompanhe bem devagar respeitando o ritmo deles durante a caminhada... da mesma forma como eles respeitaram o seu ritmo quando lhe ensinaram a andar...

fique perto deles...assim como...

 
...eles sempre estiveram presentes em sua vida, sofrendo por você... torcendo por você....
E vivendo "POR VOCÊ"


 
"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.
Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO"
                                        ( MaxGehringer)

O inicio....o começo!!!



" Um amigo enviou esta mensagem via e email e estou compartilhando com vocês.  
           
              
        Começa o Começo

" Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos.
Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, ificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......
Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:

“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.

Não sei que tipo de dificuldade eu e você encontraremos pela frente. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”."

Autor: Desconhecido.

Querida(o)s, esse texto eu recebi por e-mail, talvez muitos já o conheçam, mas senti um desejo enorme de compartilhá-lo aqui com vocês, pois mesmo não sendo eu a autora, é como me sinto. Lembrei tanto do meu pai e da minha mãe que sempre "começavam o começo" para descascar as minhas tangerinas. Que tanto me socorreram quando eu estava passando por dificuldades!

Nossa, como Deus é maravilhoso, me fez refletir sobre muitas coisas, pois o Senhor tem sempre começado a descascar com o Seu grande amor o "começo das minhas laranjas" quando a Ele recorro.
.
Não começe mais uma semana na correria, mas tome tempo para agradecer a Deus pela tua vida, tua família e pedir que Ele te ajude nas tuas dificuldades. Não tentes pelas tuas próprias forças resolver questões que o Senhor pode e deseja te ajudar. Confie nEle! 
.
"Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem." Salmos 103:13
.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Template by:

Free Blog Templates